Cidade de Pouso Alegre (Minas Gerais)


Data de 1596 o início da história do município, que se chamava Bom Jesus de Matozinhos. Agropecuária, comércio e indústria são suas fontes geradoras de recursos econômicos. Exporta produtos alimentícios industrializados, medicamentos, vestuário e equipamentos industriais. Duas faculdades de Ciências Humanas e uma de Biologia são responsáveis pelo ensino superior na sede municipal. Possui Teatro Municipal, Conservatório Estadual de Música, diversos Coletivos e Associações Culturais, Biblioteca Municipal e Associações de Caridade.

Em 1797 o Governador D. Bernardo José Lorena, Conde de Sarzedas, que de São Paulo fora transferido para a Capitania de Minas Gerais, passou pelo nascente povoado, onde veio a seu encontro o Juíz de Fora de Campanha, Dr. José Joaquim Carneiro de Miranda. Encantados pelo suntuoso panorama que se descortinava a seus olhos e pelos vastos límpidos horizontes que os cercavam, conta-se que um daqueles personagens dissera: "Isto não devia chamar-se Mandu, mas sim Pouso Alegre". E daí veio a denominação que o povo e a lei posteriormente sancionaram". Mandu era o nome primitivo do arraial, que vem do séc. XVIII. Foi o português Antônio José Machado quem doou as terras para o patrimônio da primeira capela, construída às margens do rio Mandu. Segundo alguns autores, o batismo da localidade como Mandu se derivou da corruptela do nome de um pescador ou tropeiro, que se chamaria Manuel atendendo pela alcunha de Manduca ou simplesmente Mandu, e que teria sido o primeiro povoador da região. Segundo outros, do tupi-guarani mandi-yu (mandi = peixe e yu = amarelo). Atestam Marques de Oliveira e Augusto Vasconcelos que até 1799 a florescente povoação localizada às margens do Mandu era também conhecida pelo nome desse rio.

Em 1810, através do alvará do príncipe D.João VI, foi criada a freguesia do Senhor São Bom Jesus do Pouso Alegre. Já em 1830, funda-se o primeiro jornal do sul de Minas - O Pregoeiro Constitucional -, em cuja tipografia foi editada a Constituição Política do Império do Brasil. No ano de 1831, Pouso Alegre passa à categoria de município. Um exemplo curioso, resultante da Campanha pela Libertação dos Escravos, é a existência de um Livro de Ouro, criado pela Câmara Municipal, em 1887, onde são encontrados registros de cartas de alforria de escravos da região. Pouso Alegre é hoje uma cidade com intensa atividade cultural, destacando-se o Festsulminas, o Encontro Sulmineiro de Corais e o Festival Nacional de Música Popular e Erudita, entre outras. Possui ainda um animado Carnaval.

____________________________________________
Fonte: Bússola Net, e Secretaria da Cultura [01/10/1999]

Localização da cidade de Pouso Alegre (MG)

Mapa interativo de Pouso Alegre (Minas Gerais)



Mapa interativo da cidade de Pouso Alegre, MG. Tecnologia: Google Maps.



1 Comentário

What a great resource!

Postar um comentário